cep 20.000 - centro de experimentação poética


Meu amigo Fabiano Calixto, poeta, editor do Modo de Usar e tradutor, manda avisar:
Caros Amigos & colaboradores,
 
Mando a vocês o filme oficial de lançamento do ALMANAQUE LOBISOMEM. Almanaque editado por mim, Flávio Rodrigo Lopes Penteado & Renan Nuernberger. O lançamento mundial será no dia 3 de maio de 2010.
 
O Link:
 
atenção para o refrão !


Escrito por cepchacal às 21h19
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por cepchacal às 21h03
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


"MAIS OVO. MENOS GALINHAGEM"  charles peixoto
.
.
.
   eu, manoel, carlito e alzira numa pausa do buraco na mostra do cariri em novembro de 2009
.
.
meu amigo manoel ricardo de lima
me mandou esse link. aí duas ótimas
entrevistas. uma com ele e outra com master carlito azevedo
.
 .
"o silêncio é meu
equipamento.
eu disse:
o silêncio
é meu equipamento"
abraço.
manoel.


Escrito por cepchacal às 20h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


http://www.youtube.com/watch?v=cE8fSHaGpJM

Fechei. Depois do CEP de ontem, fechei. Emoção à vera. Os amigos. As amigas. Torcendo. Vibrando. Um estrondo.

O CEP sempre foi mistura. De gerações, de línguas, de shanas e estrovengas. Ontem foi um dia assim: Os fundadores. A pá virada. O barulho. E a jovem guarda. Um novo outro CEP que quero agora. Um CEP de arrepios e silêncios. Um CEP sem seqüela. Um CEP para se ouvir em casa.

ontem estreiou o "estrondo". carlito azevedo no cep, um sonho de décadas. alice cada vez mais sant'anna. uma poeta peso meio médio ligeiro. finíssimo versar. e gregório? uma epifania. uma revelação . um relâmpago. já é. estrondo, que poema !?

os músicos, cama de penas do colibri maneiro. e a raíssa, ali capturando nossa alma, atenta a tudo. e isadora, a supervisora, igualmente a tudo atenta. ontem se abriu uma nova década. um novo tempo para o cep e para a poesia nesse combalido planeta. enquanto as partículas colidem e deus vira cada vez mais um retrato amarelado sobre a caixa registradora.

Fechei. Depois de ouvir o estrondo de ontem, hoje aqui na vitrola, no cd da 7 Letras, no cd do Lado 7. Voltou tudo num outro patamar. Ouvi e voltei a ouvir os poemas. E vi que eles se sustentam sem a festa. Ou ainda melhor, com as bases de mestre Newton Cardoso. Que coisa linda. Quero que o chico e o zuca ouçam. Torcedores de primeira hora do Lado 7.

 

From: "zuca.saldanha" <zuca.saldanha@gmx.de>
Date: Tue, 30 Mar 2010 19:14:39 +0200
To: "Francisco Alvim" <franciscoalvim@uol.com.br>
Subject: Re: <no subject>

Com esse Chacal nao ha' quem possa... mais manhoso que raposa do Virgilio...
... nao ha' Jim-das-Selvas que o cace. /// BLACK-HOLE // Black-Hole / toma a
sopa / come o prato . ///
----- Original Message -----

 

Isso tudo me deixa guaximim. Então por aqui fecho.

A poesia renasceu.

 

 

From: "Francisco Alvim" <franciscoalvim@uol.com.br>
To: "zuca.saldanha" <
zuca.saldanha@gmx.de>
Sent: Tuesday, March 30, 2010 2:02 AM
Subject:

Meu velhinho,

O CEP 20.000 do Chacal faz anos. Um acontecimento. As proclamas são uma
festa!
Abrs&bjs2X2.
Chico



Escrito por cepchacal às 20h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 inverno de julho
 romã neptune
 lorena poema
 ubuweb
 carol bru
 jaguadarte
 as escolhas afectivas
 artéria 8
 aerograma
 augusto de campos
 chacalog
 radiocaos
 ademir assunção
 ´revista cronópios
 verbologue
 mário bortolloto
 fernanda d'umbra
 ivana arruda leite
 arruda
 joão paulo cuenca
 paulo scott
 cardoso
 bruna beber
 cecília gianetti
 robson leite
 os sátyros
 jack kerouac
 willian burroughs
 rosa de plutão / bárbara araújo
 pirata Z
 erratica
 caroluisa
 sobrecasaca
 numa noite qualquer
 nem queiroz
 brogue - raul mourão
 caio caio
 AVIVA / glauceguima
 DIGINÓIS